Vitória contra a Ideologia de Gênero na cidade de São Paulo! Nossas crianças não aprenderão este lixo nas escolas!

Vitória contra a Ideologia de Gênero na cidade de São Paulo! Nossas crianças não aprenderão este lixo nas escolas!

Com imensa alegria, noticiamos a nossos leitores a primeira vitória na capital paulista contra o ensino da Ideologia de Gênero nas escolas municipais dessa cidade.

http://ipco.org.br/ipco/wp-content/uploads/2015/06/PME_SP-620x349.jpg

Decisão do dia 10/06 da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de São Paulo, pela implantação da Ideologia de Gênero na Educação Infantil.

Devido a presença de inúmeras pessoas, em sua imensa maioria contra a Ideologia de Gênero, a Comissão Permanente de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de São Paulo transferiu a votação do PL 415/2012 (Plano Municipal de Educação) para o plenário.

Discursaram cinco parlamentares e quatro deles se mostraram totalmente contrários a implantação de tal ideologia no ensino municipal.

Na votação, a vitória foi de 7 a 1 para as famílias paulistanas, mas também para as famílias em geral no Brasil que podem se sentir confortadas e animadas para lutar em seus municípios, pressionando os vereadores para retirar do Plano Municipal de Educação toda e qualquer menção a Ideologia de Gênero.

http://ipco.org.br/ipco/wp-content/uploads/2015/06/IPCO_PNE_PME-620x349.jpg

O Instituto Plinio Corrêa de Oliveira esteve presente no Palácio Anchieta, Câmara Municipal de São Paulo, para juntar esforços com outras associações e ativistas pró-família nesta vitória.

Agora nossa luta continua no Plenário da Câmara, onde todos os vereadores irão se pronunciar definitivamente sobre o Plano Municipal de Educação.

Saiba como fazer sua parte!

Clique aqui e junte-se a nós nesta luta em defesa da família! Você receberá alertas sobre as datas e situação dos projetos em tramitação que visam destruir a família!

Envie este artigo para seus amigos e familiares e nos ajude nesta luta em defesa da família! Quanto mais pessoas souberem do fato, mais dificilmente eles conseguirão aplicar este tipo de leis!

A força deles está em agir na surdina!

Fonte: http://ipco.org.br/

Fonte: http://www.adf.org.br/home/2015/06/vitoria-contra-a-ideologia-de-genero-na-cidade-de-sao-paulo-nossas-criancas-nao-aprenderao-este-lixo-nas-escolas-veja-como-foi-aqui/?

>>><<<

09/06/2015

Projeto, que será debatido na Câmara Municipal, é centrado na ideia de que gênero sexual é uma construção social, e as escolas devem educar crianças de forma neutra

http://i1.wp.com/www.jornalopcao.com.br/wp-content/uploads/2015/06/marcelo-do-vale-camara-municipal.jpg

Por Sarah Teófilo

Texto foi barrado no Plano Nacional da Educação e agora é apreciado individualmente nas câmaras municipais | Foto: Marcelo do Vale/ Câmara Municipal de Goiânia

Após o trecho que trata do ensino da ideologia de gênero nas escolas brasileiras ter sido barrado na Câmara dos Deputados, quando foi votado o Plano Nacional de Educação (PNE) — no primeiro semestre do ano passado –, a discussão passa, agora, para a esfera do Legislativo municipal. Nesta terça-feira (9/6), na Cúria Metropolitana, o projeto foi discutido por entes da Igreja Católica e figuras políticas, como a vereadora Cristina Lopes (PSDB).

De acordo com tucana, o projeto tem que ser votado até o dia 24, e deve ser lido na Câmara Municipal de Goiânia já na próxima quarta-feira (10). A vereadora explicou que foi à reunião esperando um debate sobre o Estatuto da Família, e se deparou com outro assunto.

A ideologia de gênero trata sobre ensino nas escolas a cerca de gênero e orientação sexual. Esta linha de pensamento acredita que os gêneros sexuais são construções culturais, sociais, mas não biológicas. Desta forma, as crianças devem ter a possibilidade de formar o próprio gênero no futuro, sendo educadas de forma neutra.

“São diretrizes do PNE a superação das desigualdades educacionais, com ênfase na promoção da igualdade racial, regional, de gênero e de orientação sexual”, dizia o trecho que foi barrado pelos deputados. Entretanto, o texto original, que fala apenas em “erradicação de todas as formas de discriminação”, foi retomado.

A vereadora Cristina Lopes garante que não está completamente a par da ideia da ideologia de gênero, mas pelo que foi falado, se coloca completamente contra. “Achei a teoria completamente absurda. Quero ouvir as pessoas que trabalham com Educação infantil para ver outros posicionamentos além do da Igreja, que já se colocou contra um projeto do tipo”, disse.

Fonte: http://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/ideologia-de-genero-nas-escolas-comeca-a-ser-discutido-em-goiania-37682/

Visto em : www.sinaisdoreino.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *