VIA SACRA PARA O POVO JUDEU

Composta pelo Padre Affonso Rattisbonne.
Fundador dos Padres de SION quem trabalham na conversão do povo santo.

PRIMEIRA ESTAÇÃO: Jesus é condenado à morte.
Dirigente: Senhor Jesus! Vós nos amastes e vossas misericórdias são eternas! Por isso vieste ao mundo para nos resgatar, e aceitaste sobre ti a sentença da morte que fora pronunciada sobre nós mesmos.

Dirigente – Nós vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos.
Todos – Porque pela vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Que farei eu por minha vez? Vós sois meu Salvador e eu coloco em Vós a minha fé, meu amor e minha esperança: eu quero viver e morrer convosco!

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

SEGUNDA ESTAÇÃO: Jesus carrega a cruz.
D – Jesus, meu bem feitor, eu contemplo a Cruz que Vos abraçais para expiar os pecados humanos. Vós vos dobrais sobre o fardo, e Vos tornais obediente até a morte, para reparar a revolta da vontade humana. Vos, nos abris o caminho da salvação, e nos chamais a segui-lo.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e Vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Fazei Senhor, que eu Vos imite em todas as coisas; que eu renuncie a mim mesmo, que eu carregue com coragem minha cruz de cada dia.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

TERCEIRA ESTAÇÃO: Jesus cai pela primeira vez.
D – Divino Cordeiro de Deus: Vossa queda humilhante nos mostra que Sois verdadeiramente homem. Se somente Vossa divindade fosse manifestada ao mundo, Vós não teríeis caído. Vós quisestes provar todas as nossas fraquezas, todos os nossos sofrimentos, todas nossas falhas, porque tiveste compaixão de nós.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e Vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Concedei-nos, Senhor, a graça de nos levantar sem cair, e de não nos desencorajar jamais.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

QUARTA ESTAÇÃO: Jesus encontra Sua Mãe Santíssima.
D – Senhor: o que sentistes ao encontrar Maria, Vossa Mãe? Que emoção deve ter penetrado em Vossa alma, quando a encontraste calma e corajosa em meio ao fúnebre cortejo de Vosso suplício? Uma consolação mútua aconteceu após o espanto, porque Maria, como Jesus, aceitava o grande sacrifício da reconciliação.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e Vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Se eu caminho com Jesus na Via dolorosa, por acaso não poderei encontrar Maria? Ó meu Redentor, quero ser também filho de Vossa Mãe.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós, Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

QUINTA ESTAÇÃO: Simão, o Cirineu ajuda a levar a cruz de Jesus Cristo.
D – Não era suficiente que Jesus levasse o instrumento da expiação! É preciso, como Cirineu, que todo o homem o leve com Ele, e que cada um participe dos sofrimentos da Vítima.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e Vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Que eu me compenetre, ó meu Deus, desta verdade salutar, a fim de que una minhas cruzes á Cruz de Jesus Cristo, e que, pela paciência cristã, eu tome parte em Sua Paixão.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!


SEXTA ESTAÇÃO: Uma filha de Sion enxuga a Santa Face de Jesus Cristo.
D – A corajosa filha de Sion, Verônica, enfrenta todo o respeito humano; ela escuta somente o seu coração para testemunhar a Jesus Cristo, sua afeição fiel. Os alívios que ela lhe oferece, obtêm imediatamente uma maravilhosa recompensa. É assim que os menores atos de caridade movem o coração de Jesus.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e Vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Ah! Senhor, concedei-me a graça de fazer por Vós o pouco de bem que poderia fazer aos outros, e imprimi em minha alma Vossa divina imagem.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

SÉTIMA ESTAÇÃO: Jesus cai pela Segunda vez.
D – Meu amado Salvador, Vossas quedas tem por objeto reparar as minhas. Vós caís para Vos colocar em meu lugar, e Vos levantais para me levantar. Assim, Vossos rebaixamentos profundos me ensinam a praticar a humildade e a doçura.

D – Nós Vos adoramos Senhor Jesus Cristo, e Vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Fazei Senhor, que Vossos exemplos produzam seus frutos. Dai-me a mão, para que me sustente em Vosso serviço e que eu persevere até o fim em Vosso amor.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

OITAVA ESTAÇÃO: As filhas de Jerusalém derramam suas lágrima sobre Jesus.
D – Senhor, se meus olhos não têm nenhuma lágrima para se misturar àquelas das filhas de Jerusalém, eu quero ao menos me unir à compaixão de seus corações.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e Vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Eu não choro por Vós, que realizais, com tanto amor, a redenção do mundo, mas sim pelas as almas ingratas que se privam deste grande sacrifício. Por isso imploro vossa infinita misericórdia para elas e por nós.
D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

NONA ESTAÇÃO:Jesus cai pela terceira vez.
D – Eu contemplo Senhor, Vossa humilhação, e Vossas contusões. Vós quereis salvar todos os pecadores, mesmos os mais inveterados. Vós sois o Bom Pastor que procura as ovelhas desgarradas e para encontrá-las, desceis até os abismos! Como desesperar a vista de tanto amor?

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Pensarei em vossas quedas, Senhor, para me compenetrar de Vosso zelo, para me incitar á oração, e para me encher de confiança.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

DÉCIMA ESTAÇÃO: Jesus é despojado de Suas vestes.
D – O Salvador do mundo, que quer ser o nosso modelo aceita todos os sofrimentos, todas as ignomínias. Ele nos ensina a nos despojarmos de nossa natureza viciada, para nos desamarrar dos elementos carnais e terrenos.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Por minha vez, devo me submeter ás condições de uma purificação profunda: quero me dispor ao despojamento do ultimo dia, matando em mim, tudo o que me impede de me unir a Deus. Senhor, dai-me a vontade, a coragem e a força que me faltam.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

DÉCIMA PRIMEIRA ESTAÇÃO: Jesus é pregado na cruz.
D – Não é suficiente que a Vítima expire sobre a cruz, é preciso que Seus membros sejam pregados. Eu sou um desses membros, porque Vos pertenço, ó Bom Jesus; eu não quero viver senão a Vossa vida.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Uno minha vontade a Vossa vontade, meus pensamentos aos Vossos pensamentos, minhas dores as Vossas dores. Que eu esteja atado de tal modo que nada possa me separar de Vós.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

DÉCIMA SEGUNDA ESTAÇÃO: Jesus morre na cruz.

D – O amor infinito de Jesus sofre com a ingratidão dos homens. Mas o amor triunfa. O último grito do Salvador promulgou a misericórdia, o perdão e a salvação eterna.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Que farei eu, para me tornar digno desta abundante Redenção? Guardarei em meu coração as palavras do Evangelho. Suportarei com fidelidade as provas da vida, caminhando até o fim na via da obediência e do amor.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

DÉCIMA TERCEIRA ESTAÇÃO: O corpo de Jesus Cristo é descido da cruz
D – A cruz é um instrumento de imolação. É por isso que Jesus Cristo não quis descer antes de Sua morte. Grande exemplo de perseverança em meio aos mais dolorosos sofrimentos! Se eu quiser me santificar não é preciso que eu seja crucificado, mas que a cruz imole tudo aquilo que deve morrer em mim.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Minha consolação é pensar em Maria, e esperar que, ao sair deste mundo, eu seja recebido em Seus braços.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO: Jesus é colocado no sepulcro.
D – Eu me junto aos discípulos que rodeiam Vosso sepulcro. Quem me dará o incenso e os perfumes? Eu os comprarei ao preço de sacrifícios que Vós mesmo me pedireis.

D – Nós Vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos.
T – Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo.

D – Dai-me ó Salvador amado, a unção da oração. Que este bálsamo vivificante corra abundante de meu coração; que eu pague amor com amor, e que eu corresponda com uma eterna fidelidade às Vossas misericórdias eternas.

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós, Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

DÉCIMA QUINTA ESTAÇÃO: A ressurreição do Senhor.
D – Rainha do céu alegrai-Vos.T – Aleluia.
D – Porque Aquele que merecestes trazer em Vosso seio. T – Aleluia
D – Ressuscitou como disse. T – Aleluia
D – Rogai por nós a Deus. T – Aleluia
D – Alegrai-Vos e exultai, ó Virgem Maria. T – Aleluia.
D – Porque o Senhor ressuscitou verdadeiramente. T – Aleluia

D – Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! T – Como era no princípio agora e sempre. Amém!
D – Tende piedade de nós Senhor! T – Tende piedade de nós.
D – As almas dos fiéis judeus pela misericórdia de Deus, T – descansem em paz.Amém!

D – OREMOS: Ó Deus, que pela ressurreição do Vosso Filho Nosso Senhor Jesus Cristo, Vos dignastes alegrar o mundo: nós Vos pedimos que, por Sua Mãe, a Virgem Maria, tenhamos a alegria da vida eterna. Pelo mesmo Cristo Senhor nosso. Amém.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *