Vaticano diz que escândalo de corrupção abala confiança na Igreja

Vaticano diz que escândalo de corrupção abala confiança na Igreja

FOLHA.COM
28/5/2012
Vaticano diz que escândalo de corrupção abala confiança na Igreja
DA REUTERS, EM ROMA

EMENTA – Uma fonte anônima e responsável pelo vazamento de alguns documentos disse ao jornal italiano “La Reppublica” que o mordomo está sendo usado como bode expiatório, porque a Igreja não ousa implicar os cardeais responsáveis pelos vazamentos.
“Há vazadores entre os cardeais, mas o Secretariado de Estado não podia dizer isso, então prenderam o servidor, Paolo, que estava só entregando as cartas em nome de outros”.
Ao “La Stampa”, o responsável por um dos vazamentos afirmou que o objetivo das denúncias é ajudar o papa a erradicar a corrupção.

*** *** ***

O Vaticano negou na segunda-feira, em meio à maior crise no pontificado de Bento 16, notícias de que cardeais seriam suspeitos em uma investigação sobre o vazamento de documentos, num caso que já levou à prisão do mordomo do papa.
De acordo com a imprensa italiana, o mordomo Paolo Gabriele era apenas um “leva-e-traz” numa disputa de poderes na Santa Sé. O escândalo estourou na semana passada, quando o chefe do banco do Vaticano foi repentinamente demitido, o mordomo foi detido por acusações de furto de documentos, e foi publicado um livro apontando conspirações entre os cardeais.
Os documentos vazados para os jornalistas denunciam corrupção no vasto relacionamento financeiro entre a Igreja e empresas italianas.
Embora negando a veracidade dos relatos, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse numa entrevista coletiva que “isso é naturalmente algo que pode afetar a Igreja, e testar a confiança nela e na Santa Sé”.
Lombardi negou que “qualquer cardeal, italiano ou não, seja suspeito”. Ele acrescentou que o papa está sendo informado do assunto, e que “continua no seu caminho de serenidade, na sua posição de fé e moral que está acima da refrega”.
Carlo Fusco, advogado do mordomo, disse que ele está “muito sereno e tranquilo”, e que pretende colaborar com as investigações.

BODE EXPIATÓRIO

Uma fonte anônima e responsável pelo vazamento de alguns documentos disse ao jornal italiano “La Reppublica” que o mordomo está sendo usado como bode expiatório, porque a Igreja não ousa implicar os cardeais responsáveis pelos vazamentos.
“Há vazadores entre os cardeais, mas o Secretariado de Estado não podia dizer isso, então prenderam o servidor, Paolo, que estava só entregando as cartas em nome de outros”.
Ao “La Stampa”, o responsável por um dos vazamentos afirmou que o objetivo das denúncias é ajudar o papa a erradicar a corrupção.
O Secretariado de Estado, órgão administrativo do Vaticano, é comandado pelo cardeal Tarcisio Bertone, poderoso braço-direito do papa, e o escândalo parece envolver uma disputa de poder entre seus aliados e inimigos, evocando as conspirações renascentistas na Santa Sé.
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
obs> São centenas as notícias que circulam na internet, nos jornais e TV dando conta deste escândalo no Vaticano. Como as coisas ainda não estão claras, temos que deixar o processo ir tomando curso, porque não se pode ainda acusar ninguém. Em síntese, por hora, acusam o mordomo do Papa de ter divulgado as cartas sigilosas, mas é evidente que ele deve ter apenas obedecido uma ordem corriqueira de alguém mais elevado. Caiu numa trama. Como diz a reportagem acima, serviu como bode expiatório. Ou podem ter “plantado” as cartas no apartamento dele, para o fazerem culpado.

O que se pode entender, até agora é que o alvo principal é o Papa, embora digam os cardeais que desejam é uma limpeza da sujeira que está no Vaticano. Que querem apenas ajudar. Mas não se faz limpeza de algo jogando a sujeira no ventilador da mídia; ela deve ser varrida com vagar, amontoada, juntada e queimada ou enterrada, para que provoque um mínimo de escândalo. Sim, sem esconder a verdade, isso o mais importante. Na Igreja nada deve ser oculto, do que pode e deve ser revelado.

Nas entrelinhas de todas as reportagens, se dá conta de que o alvo direto das denuncias é o Cardeal Tarcisio Bertone, que ocupa hoje o mesmo lugar que o Cardeal Ratizinguer ocupava antes de ser Papa e que, em tese é o segundo dentro do Vaticano. Ora um olhar mais atento e mais amplo neste sentido, pode detectar um ardil muito do bandido, porque, em síntese, saindo o Papa, quem assume o seu lugar na vacância é aquele que ocupa o cargo de Bertone, sendo este tirado de seu cargo. Então não precisaria haver eleição, os maus cardeis efetivariam o outro no cargo, até que – como dizem as profecias atuais – o próprio anticristo tome assento no trono. Seria muito fácil..

Pelo que se sabe, há cargos no Vaticano que são preenchidos não pelo Papa e sim pela “curia romana”, que é denunciada por muitos como sendo o centro do poder paralelo no Vaticano. Um destes cargos é justamente o que é ocupado por Bertone, ou seja: a sugestão do substituto seria dada pela Curia. Claro, a aprovação seria sempre do Papa. Ora, isso seria um prato cheio, comido pelas beiradas. Eles poderiam retirar e substituir o Papa sem traumas e a cristandade desatenta acolheria isso com normalidade. Tem então tudo a ver.

Entretanto, esta é apenas uma suposição, um evento a ser observado. Temos sempre que ter em mente, que um é o plano, o projeto dos homens, e outro muitas vezes diferente é aquele modo como Deus permite que seja executado. É isso que deixa tanta gente confusa, porque planta em sua cabeça uma situação, imagina algo, e não arreda o pé disso, achando que Deus é obrigado a agir como elas desejam. Isso quando, se Deus fizesse assim como eles imaginaram, já o mundo estaria em cacos e frangalhos, quem sabe nem sequer houvesse um só homem vivo.

O fato é que há uma tremenda guerra em curso no Vaticano, porque cada vez mais vozes gritantes falam que o “Papa não tem pulso para governar a Igreja”, que “o Papa deve ser substituído para dar um sinal forte na Igreja” ou que “a Igreja precisa de uma renovação para adaptar-se à modernidade”, coisa que com este Papa atual é impossível. Ora, estas vozes TODAS gritam pela garganta de satanás e não visam o bem da Igreja mas sua ruína. O Santo Padre é lúcido e como ele disse a Fidel Castro, embora idoso “tem plena condição de cumprir as suas funções”.

Ademais, ele continua sinalizando para as mudanças verdadeiras que quer na Igreja, no sentido do retorno do Latim nas celebrações da Santa Missa, como um zelo e um ardor inquebrantável pela doutrina da Igreja e os Sacramentos. Tudo o que ele escreve é de capital importância, mas infelizmente, na maioria das dioceses do mundo, já não se cumpre quase nada daquilo que o Papa exige. Há uma desobediência generalizada, que tende a capitular diante da realidade do falso profeta, que nalgum dia futuro assumirá o comando da Igreja, via indireta. Sim, seu mandato será muito curto. Sim, também o do anticristo.

Duas coisas nos competem neste momento: 1 – Rezar por Sua Santidade o Papa Bento XVI, para que tenha forças de cumprir a dura missão que lhe foi confiada por Deus; 2 – Suplicar a Deus que adie o máximo possível a sua saída – embora saibamos que seja inevitável e que acontecerá a qualquer momento – porque cada dia com o Papa é um dia de bênção para o mundo. Isso porque, com a saída dele, haverá mudanças tão drásticas na Igreja que a desfigurará completamente, com o fim da Missa e a implementação de outras abominações já anunciadas. A perseguição virá então, de forma explosiva, como já anunciado em milhares de mensagens pelo mundo.

Tudo se cumpre, exatamente como previsto. Nada mudou no plano de Deus. Quem não consegue entender isso, neste momento, deve rezar ao Espírito Santo e esperar que tudo se cumpra, porque virá, e não tardará. E devemos estar preparados, SEMPRE, para ver tudo acontecer bem diferente do que imaginamos. Deus sabe, Ele faz, bendito seja seu Nome para sempre.

www.recadosaarao.com.br

Related Posts:

Tags: Aarao, Arnaldo Haas, Arnaldo Hass, Bento XVI, cardeal bertone, Deus age, fuga do papa, papa, saida do papa, tudo se cumpre

No comments yet.

RSS feed for comments on this post.TrackBack URL

Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *