Urgente Padre Paulo Ricardo sofre com perseguições

Meu irmão Manoel, esses seus questionamentos já foram respondidos a protestantes em outros posts.

Mas se você quer passagens bíblicas para tentar entender a doutrina católica, vamos lá:

MARIA SANTÍSSIMA
· Anunciação: Lc 1,28.
· Bendita entre as mulheres: Lc 1,42-48.
· Cheia de Graça: Lc 1,28.48.
· Concebida sem pecado: Gn 3,15; Lc 1,28.
· Devotava-se à oração: At 1,14.
· Foi nos dada como mãe: Jo 19,25-27.
· Guardava as palavras de Jesus: Lc 2,19.
· Mãe de Deus: Is 9,6; Mt 1,23; Lc 1,32.35.43; 2,11; Gl 4,4.
· Meditava sobre as palavras de Jesus: Lc 2,51.
· Permaneceu sempre virgem: (tipificado em) Ez 44,2; Lc 1,34.
· Possibilidade da assunção aos céus, como Enoque e Elias: Gn 5,24; Hb 11,5; 2Rs 2,1-13.
· Prevista no AT: Is 7,14; Mq 5,2-3.
· Responsável pelo 1º milagre de Jesus: Jo 2,1-12.
· Sofreu muita tristeza: Lm 1,12; Lc 2,34-35.48; Jo 19,25.
· Virgem: Is 7,14; Mt 1,18-25; Lc 1,27.34.

IRMÃOS DE JESUS ?
O Cristianismo tradicional afirma que Jesus é o único filho de Maria. As citações aos “irmãos do Senhor” se referem a outros membros da família e, em alguns casos, aos seus próprios discípulos.
· Maria, esposa de Cléofas e irmã da Virgem Maria (Jo 19,25) é a mãe de Tiago e José (Mc 15,47; Mt 27,56), que são chamados de “irmãos do Senhor” (Mc 6,3).
· Em At 1,12-15, vemos que os Apóstolos, Maria, algumas mulheres e os irmãos de Jesus totalizam aproximadamente 120 pessoas, o que é um número muito alto de irmãos.
· Gn 14,14: Lot, sobrinho de Abraão (cf. Gn 11,26-28), é chamado de irmão de Abraão.
· Gn 29,15: Labão, tio de Jacó, chama Jacó de seu irmão.
· Jo 19-26-27: Jesus entrega Maria aos cuidados de seu discípulo João e não a um de seus supostos irmãos.

AS IMAGENS
· Deus ordena a confecção de imagens: Ex 25,18-22; Nm 21,8-9.
· Salomão constrói o Templo com estátuas e imagens: 1Rs 6,23-29.35; 7,29.

OS SANTOS
· A transfiguração – onde está descrita a morte de Moisés e Elias?: Mt 17; Mc 9.
· Corpo de Cristo: 1Cor 12,25-27; Rm 12,4-5.
· Deus não é o Deus dos mortos, mas dos vivos: Mc 12,26-27.
· Intercessão de Moisés e Samuel: Jr 15,1.
· O aviso é para não evocar os mortos, mas os santos podem ser invocados pois estão vivos para Deus: Dt 18,10.
· Oração intercessória: Ef 6,18; Rm 15,30; Cl 4,3; 1Ts 1,11.
· Os falecidos Onias e Jeremias intercedem pelos judeus: 2Mc 15,11-16.
· Os santos estão unidos com Deus: 1Cor 13,12; 1Jo 3,2.
· Os santos são reerguidos na ressurreição e circulam por Jerusalém: Mt 27,52; Ef 2,19.
· Veneração de anjos unidos com Deus: Js 5,14; Dn 8,17; Tb 12,16; Mt 18,10.

PURGATÓRIO
· A oração pode ajudar: 2Mc 12,45.
· A purificação é necessária para adentrar ao céu: Hb 12,14; Ap 21,27.
· Agonia temporária: 1Cor 3,15; Mt 5,25-26.
· Cristo pregou para seres espirituais: 1Pd 3,19.
· É um estado intermediário de purificação: Mt 5,26; Lc 12,58-59.
· É uma realidade entre o céu e a terra: Mt 18,23-25; Lc 23,42; 2Cor 5,10; Fl 2,10; Ap 5,2-3.23.
· Graus de expiação dos pecados: Lc 12,47-48.
· Não será perdoado nem aqui nem no mundo vindouro: Mt 12,32.
· Nada de impuro pode entrar no céu: Ap 21,27.
· Sacrifício para os mortos: 2Mc 12,43-46.
· Salvação, mas como pelo fogo: 1Cor 3,15.
· Sofrimento extra: 2Sm 12,14; Cl 1,24.

COMUNHÃO DOS SANTOS
· Intercessão dos Santos: Tb 12,12; 2Mc 15,14; Ap 5,8; 8,4.
· Milagres operados por intermédio de relíquias: At 5,15; 19,11-12.
· Orar uns pelos outros: Jr 15,1; At 12,5; Rm 15,30; 2Cor 13,7; Ef 6,18; Cl 4,3; 1Ts 5,25; 2Ts 3,1; Hb 13,18; Tg 5,16.
· Os Santos estão nos céus: 1Ts 3,13; Hb 11,40; 12,23; 1Pd 3,19; Ap 6,9.
· Somos rodeados pelos Santos: Hb 12,1.
· Todos são chamados a serem santos: Ef 1,4-6.12.14.
· Unidade de todos os cristãos: Jo 15,5; Rm 12,4; 1Cor 6,12-20; 10,17; 12,4-27; Ef 2,19; 5,30; Cl 1,18.24; 2,19; 3,15.

PAPADO / INFALIBILIDADE
· A cátedra de Moisés como autoridade de ensino: Mt 23,2.
· A igreja edificada sobre os apóstolos e profetas: Ef 2,20.
· As chaves são símbolo de autoridade: Is 22,22; Ap 1,18.
· Pedro é sempre mencionado em primeiro, antes dos dos demais apóstolos: Mt 10,1-4; Mc 3,16-19; Lc 6,14-16; At 1,13; Lc 9,32.
· Pedro fala pelos apóstolos: Mt 18,21; Mc 8,29; Lc 12,41; Jo 6,69.
· Pedro foi o primeiro a pregar durante o Pentecostes: At 2,14-40.
· Pedro realizou a primeira cura: At 3,6-7.
· Pedro recebeu a revelação de que os gentios deveriam ser batizados: At 10,46-48.
· Simão é chamado de Cefas (aramaico: Kepha = Pedra): Jo 1,42.
· Vicário de Cristo: Lc 10,1-2.16; Jo 13,20; 2Cor 5,20; Gl 4,14; At 5,1-5.
· “Apascenta as minhas ovelhas”: Jo 21,17.
· “Simão, confirma os teus irmãos”: Lc 22,31-32.
· “Sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja; […] Te darei as chaves do céu; […] Tudo que ligares e desligares: Mt 16,18-19.

VOCÊ JÁ ESTÁ SALVO?
· 1Cor 10,12 – “Assim, pois, aquele que julga estar de pé, tome cuidado para não cair”.
· Mt 19,16-17 – “Aí alguém se aproximou dele e disse: ‘Mestre, que farei de bom para ter a vida eterna?’ Respondeu [Jesus]: ‘Por que me perguntas sobre o que é bom? O Bom é um só. Mas se queres entrar para a Vida, guarda os mandamentos’”.
· Lc 10,25-28 – “E eis que um doutor da lei se levantou e disse para experimentá-lo: ‘Mestre, que farei para herdar a vida eterna?’ Ele disse: ‘Que está escrito na Lei? Como lês?’. Ele então respondeu: ‘Amarás o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a tua força e de todo o teu entendimento; e a teu próximo como a ti mesmo’. Jesus disse: ‘Respondeste corretamente; faze isso e viverás’”.
· Jo 5,24 – “Em verdade, em verdade vos digo: quem escuta a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não vem a julgamento, mas passou da morte à vida”.
· Jo 6,54 – “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia”.
· Mt 10,22 – “E sereis odiados por todos por causa do meu nome. Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo”.
· Mc 16,16 – “Aquele que crer e for batizado será salvo; o que não crer será condenado”.
· Jo 3,5 – “Respondeu-lhe Jesus: ‘Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus”.

A IGREJA CATÓLICA
· Chamada “Igreja de Deus”: 1Tm 3,15.
· Comprada pelo sangue de Cristo: At 20,28; Ef 5,25; Hb 9,12.
· Cristo amou a Igreja: Ef 5,25-26.
· Cristo é a cabeça da Igreja: Ef 1,22; 5,23; Cl 1,18.
· Cristo é a pedra angular: Sl 118,22; Mt 21,42; Mc 12,10; Lc 20,17; At 4,11; Ef 2,20; 1Pd 2,4.7.
· Cristo protege a Igeja: Mt 16,18; 20,20.
· Doutrina, comunidade e rito sagrado (pão): At 2,42.
· É a coluna e fundamento da verdade: 1Tm 3,15.
· É infalível: Mt 16,18; 28,20; Mc 16,16; Lc 10,16; 1Tm 3,15.
· É o Corpo de Cristo: Rm 12,4; 1Cor 12,12; Ef 1,22-23; 5,22; Cl 1,18.
· É perpétua: Mt 16,18; 28,20.
· É visível: Mt 5,14; Mc 4,30-32; Ef 2,19-22.
· Edificada sobre os Apóstolos: 1Cor 3,10; Ef 2,20; Ap 21,14.
· Expansão no mundo: At 2,41; 2,47; 5,14; 6,7; 11,24.
· Fundada por Cristo: Mt 16,18; 28,19; Mc 16,15; 1Cor 3,11; Ef 2,20; 1Pd 2,4-6.
· Presbíteros são ordenados, cuidam do rebanho e administram os sacramentos: At 15,6.23; 1Tm 4,14; 5,22; 1Tm 5,17; Tg 5,13-15; Rm 15,16.
· Prevista no AT: Tb 13,11-18; Is 2,2-3; Br 5,3; Os 2,14-24; Mq 4,1-3.
· Seus membros são chamados à santidade: 1Cor 1,2; Cl 3,12.
· Sucessão apostólica: At 1,15-26; 2Tm 2,2; Tt 1,5.
· Tem autoridade: Mt 16,18-19; 18,18; Jo 20,23.
· Tem bons e maus membros: Mt 13,41-48; 22,10.

BATISMO
· A preparação do batismo de João: Mc 1,4.8; At 1,5; 11,16; 19,4.
· Abrange todo gênero humano: Mt 28,19; Mc 16,15-16; Lc 24,47; At 2,38.
· Administrado em nome da Santíssima Trindade: Mt 28,19.
· Administrado em nome de Jesus: At 2,38; 8,16; 10,48; 19,5; Ap 14,1; 22,4.
· Batizado em Cristo: 1Cor 12,13; Gl 3,27.
· Batizado na morte de Cristo: Rm 6,3.
· Batizado para uma nova vida: Rm 6,4; Tt 3,5.
· Com água e o Espírito Santo: Jo 3,5; Ef 5,26; Tt 3,5.
· É administrado pelos discípulos de Cristo: Jo 4,2.
· É necessário: Mc 16,16; Jo 3,5.
· É nossa garantia de ressurreição: Rm 6,3-5; 1Cor 15,29.
· É para nossa justificação: 1Cor 6,11.
· É para nossa redenção: 1Jo 5,6.
· É para nossa santificação: 1Cor 6,11; Ef 5,26.
· É um presente gratuito de Deus: Tt 3,5.
· Há um só batismo: Ef 4,5.
· Perdoa o pecado: At 2,38; 22,16; 1Pd 3,21.
· Prefigurado no AT: Ez 36,25; 1Pd 3,20-21.

CONFIRMAÇÃO
· É conferido pela imposição das mãos: At 8,17; 19,6.
· É distinto do Batismo: At 8,15.
· Envolve o Espírito Santo: Jo 14,17; At 2,4; 10,44.
· Foi prometido por Cristo: Jo 14,16.26; 15,26.
· Recebido antes do Batismo: At 10,44.
· Recebido após o Batismo: At 2,38; 8,14-17; 19,5-6.

SACRAMENTO DA CONFISSÃO E PENITÊNCIA
· A Penitência reconcilia o pecador com a comunidade de crentes: 2Cor 2,5-8.
· A Reconciliação foi instituída por Cristo: Jo 20,22-23.
· A Reconciliação provém de Cristo Rm 5,11; Cl 1,20; Hb 1,3.
· Cristo tem o poder de perdoar os pecados: Mt 9,6; Mc 2,10; Lc 5,24; Cl 3,13.
· Deus perdoa os pecados: Mc 2,7; Lc 5,21.
· Há graus de pecado (mortal e venial): 1Jo 5,16.
· Liga/desliga no céu e na terra: Mt 18,18.
· Ministério da Reconciliação: 2Cor 5,18.
· O perdão é dado através de Cristo: 2Cor 2,10.
· O poder de perdoar é delegado por Cristo: Jo 20,23; 2Cor 5,18.
· Perdão dos pecados, unção dos enfermos e confissão: Tg 5,14-16.
· Reconcilia com Cristo: 2Cor 5,18.
· “Se vocês perdoarem os pecados… serão perdoados”: Jo 20,22-23.

EUCARISTIA
· Apenas as espécies do pão e do vinho podem ser consagradas: Lc 24,30; Jo 6,51.57-58; At 20,7; 1Cor 10,17; 11,27.
· Chamada “a Ceia do Senhor”: 1Cor 11,20.
· Chamada “ágape” (=festa do amor): Jd 1,12.
· Chamada “Fração do Pão”: At 2,42.
· Comemoração do Calvário: Mt 26,28; Lc 22,19-20; 1Cor 10,16; 11,25-26.
· Cristo está realmente presente nela: Mt 26,26; Lc 22,19-20; Jo 6,35.41.51-58; 1Cor 11,27-29.
· Discurso sobre a Eucaristia: Jo 6,32-58.
· Fonte de vida divina: Jo 6,27.33.50-51.58; 1Cor 11,30.
· Instituída por Cristo: Mt 26,26-29; Mc 14,22; Lc 22,15-20; 1Cor 11,23-25.
· “Isto É o meu Corpo… Isto É o meu Sangue”: Mt 26,26-27; Mc 14,22.24; Lc 22,19-20; 1Cor 10,24-25.
· Jesus é o Pão da Vida: Jo 6,35.41.48.51.
· Nos une a Cristo: At 2,42; Rm 12,5; 1Cor 10,17.
· Prometida por Cristo: Jo 6,27-59.
· Sérias consequências de pecar contra a eucaristia: 1Cor 11,26-30.

UNÇÃO DOS ENFERMOS
· Administrado em nome do Senhor: Tg 5,14.
· Recebido com oração de fé: Tg 5,15.
· Restaura a saúde do doente: Mc 6,13; Tg 5,15.
· Também perdoa os pecados: Tg 5,15.
· Uso de óleo: Mc 6,13; Tg 5,14.

SAGRADAS ORDENS
· Consagração dos Apóstolos: Jo 20,22.
· Deveres e funções dos sacerdotes no AT: Dt 33,7-11.
· Funções dos sacerdotes: Ml 1,11; Mt 28,19; Jo 20,23; 1Cor 11,24; Tg 5,14.
· É o chamado dos Apóstolos: Mt 10,1; 16,16-19; Lc 6,13; 22,32; Jo 21,15-17.
· Graus de autoridade: 1Cor 12,28; Ef 4,11; 1Ts 5,12; Tg 3,1.
· Melquisedec se aproximava de Cristo: Sl 110,4; Hb 5,6.10; 6,20.
· O sacerdócio de Cristo foi perfeito: Hb 3,1-4; 7,27; 8,4-6; 9,12-14.25; 10,5.
· O sacerdócio de Melquisedec foi superior ao de Aarão: Hb 7,1-17; 8,1-13.
· Orar para despertar vocações sacerdotais: Mt 9,37-38; Lc 10,2.
· Os Apóstolos são enviados: Mt 28,19; Mc 16,15; Lc 24,47; Jo 20,21.
· Sacerdócio dos fiéis: Ef 2,19-20; 1Pd 2,5.9.
· Sacerdócio no NT: Rm 15,16.
· Transmissão do sacerdócio: 1Tm 4,14; 5,22; 2Tm 1,6; Tt 1,5.

MATRIMÔNIO
· A continência é aconselhada para curtos períodos: 1Cor 7,1-5.
· A morte dissolve o matrimônio: Rm 7,2; 1Cor 7,39.
· A união é sagrada: 1Cor 7,13-14; Ef 5,25-26.
· Duas pessoas em uma só carne: Gn 2,23-24; Mt 19,3-6; Ef 5,31.
· É para a procriação de filhos: Gn 1,28.
· O casamento é como Cristo e sua Igreja: Ef 5,21-23.
· O celibato é superior: Mt 19,12; 1Cor 7,8.25.38.
· O divórcio não é permitido: Mt 5,32; 19,9; Mc 10,2-12; Lc 16,18; 1Cor 7,10.
· Ordenado por Deus: Gn 1,28; 2,18; Tb 8,5-7; Mt 19,6.
· Os filhos são a bênção de Deus: Gn 24,60; 30,1-3; Sl 127,3: 1Sm 1,6; Lc 1,25.
· Respeito mútuo: 1Cor 7,4; Ef 5,21-25.33; Cl 3,18-19.

A BÍBLIA
· Bênção por crer na Palavra de Deus: Lc 11,28; Ap 22,7.
· É aprendida desde a infância: Dt 6,7; 11,19; 31,12-13; 2Tm 3,15.
· É chamada espada de dois gumes: Sl 149,6; Hb 4,12; Ap 1,16.
· É chamada “Palavra de Deus”: 1Ts 2,13; Hb 4,12.
· É inspirada por Deus: At 1,16; Rm 1,2; 2Tm 3,16; 1Pd 1,10; 2Pd 1,21.
· Não está sujeita a particular interpretação: 2Pd 1,20-21.
· Necessita de um intérprete: At 8,30-31; 2Pd 3,16.
· Propósito e usos das Escrituras: Rm 15,4; 16,26; 1Cor 10,11; 2Tm 3,15-17.
· Tem coisas difíceis de se compreender: 2Pd 3,16.

APÓSTOLOS
· A Igreja foi erguida sobre os Apóstolos: Mt 16,18; Ef 2,20; Ap 21,14.
· A primazia foi dada a Pedro: Mt 16,18; Lc 22,31-32; Jo 1,42; 21,15-17.
· Chamados por Cristo: Mt 10,2-4; Mc 3,13-19; Lc 6,12-16; At 1,13.
· Funções dos Apóstolos: At 2,42; 4,35; 6,2; 15,6; 1Cor 3,9; 4,1; 11,23; 15,1; 2Cor 5,20; 6,1.
· O Espírito Santo pousou sobre os Apóstolos: At 1,8; 2,3-4.
· Paulo apóstolo dos gentios: At 9,15; 22,15; Rm 11,13; Gl 2,8; 1Tm 2,7.
· Paulo foi chamado a ser Apóstolo: At 9,15; Rm 1,1; 1Cor 9,1; 15,8-10; 2Cor 5,20; Gl 1,15.17.
· São aqueles que foram enviados: Mt 28,19; Mc 6,7; 16,15; Lc 24,47; Jc 4,38; 17,18; 20,21.
· São testemunhas de Cristo: Lc 24,48; Jo 15,27; At 1,8; 21-28; 2,32; 3,15; 4,33; 5,32; 10,39; 13,31; 22,15.
· Também julgarão o mundo: Mt 19,28; Lc 22,30; 1Cor 6,2; Ap 20,4.

SOBRE OS DONS DE DEUS
· Fé
· A caridade é superior à fé: 1Cor 13,13.
· A fé é confirmada com o batismo: At 2,41; 8,12-13; 10,44-48; 16,14-15.31-33; 18,8; 19,2-5; 1Cor 1,14-17; Hb 10,22.
· A fé é confirmada com o batismo e nos tornamos filhos de Deus: Jo 1,12; Gl 3,26; 4,5-7.
· A fé é exigida por Cristo: Mt 9,28; Mc 4,40; Lc 8,25; Jo 6,35; 8,24; 9,35.
· A fé é garantia das coisas esperadas: Rm 1,16; 4,20; 2Cor 4,13; Hb 11,1.
· A fé pede obediência: At 6,7; Rm 1,5; 6,16-17; 15,18; 16,19.26; 2Cor 10,6; 2Ts 1,8; Hb 5,9; 11,8; 1Pd 1,22.
· A fé vem pela pregação: At 4,1-4; 8,5-6.31.; 17,11; Rm 10,14-17; 2Cor 1,19; Cl 1,23; 1Tm 3,16; Hb 4,2-3.
· Alguns heróis da fé: Eclo 44,1-15.21; Hb 11,1-40.
· Deus é fiel e verdadeiro: Sl 89,33-37; Rm 3,3-4; 1Cor 1,9; 1Ts 5,24; 2Ts 3,3; 2Tm 2,13; Hb 10,23; 11,11; Ap 19,11.
· Fé e boas obras são mutuamente complementares: Gl 5,6; 1Ts 1,3; 2Ts 1,1; Tg 2,17.20.26.
· O justo vive pela fé: Hab 2,4; Rm 1,17; 3,21-22.26; Gl 3,11; Hb 2,4; 10,38.
· Os cristãos são chamados “crentes” (=homens de fé): At 5,14; 9,42; 14,1; 15,7; Rm 4,24; 1Cor 1,21; 1Tm 4,12.
· Sem fé não podemos agradar a Deus: Rm 2,7-8; Hb 11,6.
· Tem poder para cumprir as promessas: Jr 32,17; Mt 19,26; Lc 1,37; 18,27; Rm 4,21; Hb 6,17; 11,19.
· Vida para todos que crêem com fé: Rm 6,8; 10,10; 2Cor 4,13-14; Ef 1,19; Cl 2,12; 1Ts 4,14; 2Tm 1,10; 1Pd 1,5.

ESPERANÇA
· A esperança conduz à santidade: 1Jo 3,3.
· A esperança vem de Deus: Rm 15,13; 2Ts 2,16.
· A esperança vem do Espírito Santo: At 1,8; 2,33; Rm 5,5; Gl 5,5.
· Abraão é modelo de esperança: Rm 4,18.
· Cristo é a nossa esperança de glória: Rm 5,1-2; Ef 2,13-17; Cl 1,27; Tt 3,7; 1Pd 1,3.
· Deus clamou pela fé de Israel: Sl 130,7; 131,3; Jr 14,8; 17,13; 50,7; At 28,20.
· Devemos esperar com paciência: Rm 8,25; 12,12; 15,4; 1Ts 1,3.
· Devemos perseverar na esperança: Hb 3,6; 6,11.
· Israel procurou uma esperança futura: Is 61,1-11; Jr 29,11; 31,17; Os 2,21-23.
· Não há esperança para os incrédulos: 1Cor 15,14.19; Ef 2,12; 1Ts 4,13.
· Os cristãos esperam em Deus: 1Tm 5,5; 6,17; 1Pd 1,21; 3,5.
· Os cristãos esperam em Cristo: Gl 5,4-5; Cl 1,5; 1Ts 1,3; 1Tm 1,1; Tt 2,13; Hb 6,18-20.
· Os cristãos esperam pela ressurreição: At 2,26; 23,6; 24,15; 26,6; Rm 8,23-24; Hb 11,1.
· Os cristãos são salvos pela esperança: Rm 8,24; 1Ts 5,8.
· Somos chamados para a esperança: Rm 5,2; Ef 1,18; 4,4; Cl 1,23; Hb 3,1.

CARIDADE
· Amar Jesus é seguir sua palavra: Dt 11,1; Jo 14,15.21.23; 1Jo 2,5; 3,24; 5,3.
· Cristo se ofereceu à morte por amor a nós: Jo 15,13; 2Cor 5,14; Gl 2,20; Ef 5,2.25.
· Deus é Amor: 1Jo 4,8.16.
· Deus nos amou primeiro: Ef 5,2; 1Jo 3,16; 4,9-10.19.
· Devemos amar a Deus de todo o coração: Dt 6,5; Mt 22,37; Mc 12,30.33; Lc 10,27; 1Jo 5,2.
· Devemos amar uns aos outros: Lv 19,18.34; Dt 10,19; Mt 19,19.22-39; Mc 12,31.33; Lc 10,27; Jo 13,34-35; At 4,32; Rm 13,9; Gl 5,14; Tg 2,8; 1Jo 4,20-21.
· Devemos amar também aos inimigos: Jó 31,29-30; Mt 5,43-47; Lc 6,27-36; 10,29-37; Rm 12,14-21.
· O amor de Deus é incomparável: Mt 6,24; Lc 16,13; 1Jo 2,15.
· O amor perfeito não sente receio: Rm 8,15; 2Tm 1,7; 1Jo 2,28; 4,18.
· O amor é a maior virtude: Rm 13,8-10; 1Cor 13,13; Gl 5,6.
· O amor se manifesta na caridade: Dt 15,7.11; Mt 25,34-45; Mc 12,41-44; Lc 21,1-4; 1Cor 13,3; 2Cor 8,1-8; 9,7; Tg 2,16; 1Jo 3,17-18.
· O Espírito Santo é canal de amor: Rm 5,5; 8,16; 15,30; Gl 4,6.
· O marido e a mulher devem se amar: Ef 5,25; Cl 3,19; 1Pd 3,7.
· Por ter nos amado tanto, Deus enviou seu Filho: Zc 12,10; Mt 21,37; Jo 3,16; Rm 8,32; 1Jo 4,9-10.14.
· Sem o amor, nenhuma virtude ou dom tem valor: 1Cor 13,1-10; Gl 5,6.

ORAÇÃO
· A oração é a glorificação de Deus: 1Cr 29,13; 2Cr 20,21-22; Sl 21,13; 22,23; 89,5; 113,1; 148; 149; 150; Lc 19,37; Ap 19,5.
· A oração desenvolve a vida espiritual: Ef 3,14-19; Fl 1,9-11.
· A oração deve ser feita com fé: Lc 11,9; 18,1-8; Jo 14,13; 15,7.
· A oração deve ser feita com fé no nome de Jesus: Jo 14,13; 15,7; At 3,16; 1Jo 3,22; 5,14.
· A oração deve ser feita com perseverança: Mt 15,22-28; Lc 11,5-8; 18,1-8; Rm 12,12; Ef 6,18; Cl 4,2.
· A oração pode ser oferecida por um ministro especial: At 13,3; 14,23.
· A oração pode ser rezada de joelhos: 2Cr 6,13; Sl 95,6; Dn 6,10; Lc 22,41; At 9,40; 20,36.
· A oração pode ser rezada de pé: 1Cr 23,30; Ne 9,5; Mc 11,25; Lc 18,11.
· A oração pode ser rezada em comunidade: Sl 42,4; 122,1; Mt 18,19; Lc 24,53; At 1,14; 3,1; 4,24; 6,4; 20,36; 1Tm 2,8.
· A oração pode ser rezada em particular: 2Rs 4,33; Tb 3,11; Is 26,20; Dn 6,11; Mt 6,6; At 9,11.40; 10,9.
· Agradecimento a Deus: Ne 12,8; 46; Tb 13,1ss; Jd 16,1ss; Sl 35,18; 109,30; Eclo 51,1ss; 2Cor 4,15; Fl 4,4-6; Ap 7,12.
· O Pai-Nosso (Oração do Senhor): Mt 6,9; Lc 11,2.
· O templo é chamado “casa de oração”: Is 56,7; Mt 21,13; Mc 11,17.
· Oração pelos mortos: 2Mc 12,42-45.
· Oração pelos outros: At 12,5; Rm 15,30; 2Cor 1,11; Ef 6,18; Cl 4,3; 1Ts 5,25; 2Ts 3,1; 1Tm 2,1; Hb 13,18.
· Pedido a Deus: Ex 32,11-13; 33,17; 34,9; Js 7,6; Mt 7,7-11; Mc 11,24.

SOBRE AS ÚLTIMAS COISAS
· Morte
· A morte deve ser temida: 2Rs 20,2; Is 38,2; Mc 14,33; Lc 22,44; Jo 11,33.38; 12,27; 13,21; Hb 5,7.
· A morte é o destino comum do homem: 2Sm 12,23; 14,14; 1Rs 2,2; Sl 49,8-9; Ecl 3.
· A morte encerra a nossa existência mortal: Jó 7,8-9.21; 14,10; Sl 39,13; 88,5; 102,23-24; Ecl 3,19-22; 6,1-12; Lc 12,20.
· A morte física é conseqüência do pecado: Gn 3; Sb 1,13; 2,24; Eclo 25-24; Rm 5,12; 1Cor 15,22.
· A morte traz sofrimento: Gn 23,2; 50,1; 2Sm 19,1; 2Rs 13,14; Lc 7,12,13; Jo 11,19.35.
· Cristo venceu a morte: At 13,34; Rm 6,9; 1Cor 15,25-27; 2Tm 1,10; Hb 2,14; Ap 1,18.
· Todos aqueles que morrem em Cristo viverão com Ele: Rm 6,5.8; 8,17; 2Tm 2,11.

INFERNO (Geena)
· Chamado de abismo: Jó 26,5-6; Sl 88,6; 2Pd 2,4.
· Chamado de prisão: Jó 38,17; Is 24,22.
· Exclusão da presença de Deus: Mt 5,20; 7,21-23; Lc 13,24-25; 1Cor 6,9-11; Gl 5,21; 2Ts 1,9.
· Lugar de fogo: Mt 5,22; 18,9; 25,41; Mc 9,43; Lc 3,17; Tg 3,6; Jd 1,7; Ap 19,20; 20,10; 21,8.
· Lugar de miséria e tormento: Dn 12,2; Mt 8,11-12; 13,42; 22,13; Lc 13,24-28; Rm 2,8; Ap 14,9-11; 19,20.
· Lugar de trevas e silêncio: Sl 88,6; 115,17; Mt 8,12; 22,13; 25,30; 2Pd 2,17; Jd 1,13.
· Neste lugar não há chance para arrependimento: Hb 12,17.
· O inferno é o salário do pecado: Is 3,11; Rm 2,6; 6,21-23; 1Cor 6,9-10; Gl 6,7; Tg 1,15; Ap 21,8.
· Preparado para o diabo e seus anjos: Mt 25,41; Ap 14,9-11.
· Punição para a rejeição voluntária da graça de Deus: Jo 12,48; Rm 2,5; 2Ts 1,8; Hb 2,2-3; 6,4-6; 10,26-29.

CÉU
· Cristo nos levará ao céu: Mt 24,31; Jo 14,2-3; 1Ts 4,16-17; 2Ts 2,1.
· Devemos tentar ir para o céu: Cl 3,1; Hb 13,14.
· É o local de residência de Deus: Gn 19,24; Dt 10,14; 1Rs 22,19; Sl 11,4; Mt 5,16.45; 6,1.
· Graus de alegria no céu: Mt 20,21; Jo 14,1-3.
· Jesus ascendeu ao céu: Mc 16,19; Lc 24,50; Jo 20,17; At 1,3-9; Ef 4,10; 1Pd 3,22.
· Jesus desceu do céu: Jo 3,13.31; 6.38; 1Cor 15,47.
· Jesus voltará do céu: Mt 10,23; 16,27; 19;28; 35,31; At 1,11; 1Ts 4,13-18; 2Ts 1,7; 2Pd 1,16; Ap 1,7; 20,11; 22,20.
· Não é fácil entrar no céu: Pr 11,28; Mc 10,23-25; 1Cor 6,9; 1Pd 4,18.
· Nosso corpo deve primeiro ser transformado: 1Cor 15,50-51; 1Ts 4,13-17.
· O céu é o nosso lar: Mt 5,12; 2Cor 5,1-5; Fl 3,20; Cl 1,5; 1Pd 1,4.
· O céu é para todos os homens: 1Tm 2,4.
· São Paulo foi levado ao terceiro céu: 2Cor 12,2.

SOBRE ALGUMAS QUESTÕES APOLOGÉTICAS
· Sola Scriptura (Somente a Bíblia)
A idéia fundamental da reforma protestante é a de que apenas a Bíblia é a única regra de fé. Entretanto, a própria Bíblia não suporta essa crença…
· Jesus fala ou revela verdades que não se encontram na Escritura: Mt 2,23; At 20,35; Tg 4,5.
· Nem tudo está na Bíblia: Jo 21,25.
· O grande mandamento de Cristo é pregar e não escrever: Mt 28,19-20.
· Os cristãos primitivos seguiam a tradição apostólica: At 2,42.
· São Paulo reconhece autoridade à tradição oral: 1Ts 2,13; 2Ts 2,15; 2Tm 2,2; 1Cor 11,2.
· Sola Fide (Somente a Fé)
Martinho Lutero, querendo evitar a importância de se fazer boas obras, promoveu a idéia de que apenas a fé é responsável pela salvação. A Igreja, porém, sempre ensinou que a fé, a esperança e o amor (caridade) são necessários para a salvação. O único lugar em que a expressão “apenas a fé” aparece na Bíblia está em Tg 2,24, onde o autor declara que Abraão não foi salvo apenas por sua fé.
· As obras têm méritos: Fl 2,12; 2Cor 5,10; Rm 2,6; Mt 25,32-46; Gl 6,6-10.
· Devemos evitar o pecado: Hb 10,26.
· Devemos fazer o desejo de Deus: Lc 6,46; Mt 7,21; 19,16-21; 1Tm 5,8.
· Devemos guardar os mandamentos: 1Jo 2,3-4; 3,24; 5,3.
· Obtém o perdão dos pecados: Tg 5,20.
· Que proveito tem a fé sem as obras?: Tg 2,14-26.
· São Paulo se auto-disciplina para evitar perder a salvação: 1Cor 9,27.
· Livros Deuterocanônicos (chamados de “Apócrifos” pelos protestantes)
· Os deuterocanônicos foram usados no Novo Testamento: 2Mc 6,18-7,42 : Hb 11,35; Sb 3,5-6 : 1Pd 1,6-7; Sb 13,1-9 : Rm 1,18-32.
· A versão da Septuaginta (Antigo Testamento grego com os deuterocanônicos) é citada em partes onde difere da versão hebraica: Is 7,14 : Mt 1,23; Is 40,3 : Mt 3,3; Jl 2,30-31 : At 2,19-29; Sl 95,7-9 : Hb 3,7-9.

BATISMO DE CRIANÇAS
· A Bíblia sugere o batismo de toda uma casa, o que inclui as crianças: At 2,38-39; 16,15.33; 1Cor 1,16.
· A circuncisão (normalmente feita em crianças) foi substituída pelo batismo: Cl 2,11-12.
· O batismo é necessário para a salvação: Jo 3,5.

Fonte: Site Catholic Doctrinal Concordance
Tradução: Carlos Martins Nabeto – Retirado de Conhecendo a Bíblia Sagrada 1.0

________________________________________________________

Manoel, agora eu pergunto, e gostaria de ver suas respostas, e espero que sejam coerentes:

PERGUNTAS QUE OS PROTESTANTES NÃO RESPONDEM E NEM FAZEM A SI MESMO

Para sermos totalmente justos com os protestantes, iremos utilizar os critérios que são habitualmente e insistentemente defendidos por eles.

Aliás, trata-se de apenas um único critério.

E qual seria este critério ?

O critério “Sola Scriptura” de Lutero que em outras palavras significa “Só a Bíblia”.

Como se sabe, os protestantes rejeitam a tradição apostólica e o magistério da Igreja.

Pois bem, vamos ver se algum protestante pode responder as questões abaixo a partir da “Sola Scriptura”:

1)Onde está na Bíblia a permissão para Lutero promover uma reforma na Igreja Católica ?

2)Onde está na Bíblia a permissão para que qualquer um promova reformas na Igreja Católica ?

3)Onde está na Bíblia a permissão para que alguém promova reformas em qualquer igreja, seja católica ou não ?

Considerando que nós católicos “não” lemos a Bíblia, mas apenas os protestantes, iremos considerar que algum protestante não só encontrou permissão bíblica para que alguém promova reformas na Igreja Católica, mas também encontrou referências a Lutero como o escolhido e enviado por DEUS.

Então perguntamos:

4)Considerando que DEUS teria levantado Lutero para rever os “erros” do catolicismo, onde está na Bíblia a permissão para alguém separar-se de Lutero e do Luteranismo e fundar uma nova denominação protestante ?

Vamos considerar agora que o protestante, assíduo leitor da Bíblia e ao mesmo tempo mestre e teólogo de si mesmo, também encontrou um texto bíblico que lhe permita fundar uma nova denominação protestante se constatar que Lutero cometeu também equívocos com sua pretensa reforma.

Assim perguntamos:

5)Onde está na Bíblia os critérios para que se conclua com total êxito as situações em que Lutero errou ou acertou ?

6)Qual o texto bíblico que ensina ao protestante quando ele tem o direito ou não de consertar o Luteranismo ?

7)Onde está na Bíblia as situações que permitem a qualquer protestante fundar novas denominações ?

8)Onde está na Bíblia as situações que permitem a qualquer protestante mudar de denominação ?

Se fosse possível aos protestantes responderam as questões acima pela Bíblia, ainda assim perguntaríamos:

9)Onde está na Bíblia as explicações necessárias ao protestante para que ele saiba quando e quem deve fundar denominações e quando e quem deve apenas trocar de denominações ?

E dentro desta pergunta, como se sabe que um crente deve mudar de igreja duas, três ou dez vezes ?

Qual o protestante pode mudar mais, qual protestante pode mudar menos, qual deles não pode mudar e qual deles deve fundar uma nova denominação ?

Quero texto bíblico para tudo isto.

Mas então vem o protestante e diz em alto e bom som: “Foi Constantino que fundou a Igreja Católica. Temos o direito de fundar denominações também.”

Então vamos lá.

Lembrem-se protestantes: “Só a Bíblia”.

10)Onde está na Bíblia que foi Constantino que fundou a Igreja Católica ?

11)Onde está na Bíblia que Lutero deveria consertar os erros da Igreja de Constantino ?

12)Onde está na Bíblia que após os consertos de Lutero, alguns protestantes deveriam permanecer com ele e outros deveriam fundar novas denominações para consertar também os erros de Constantino e do próprio Lutero ?

Aliás, Sr.Protestante, como é possível seguir um reformador de uma Igreja de Constantino ?

Sr.Protestante, o senhor rejeita a Igreja Católica, descartando que a mesma tenha sido fundada sobre Pedro por Jesus Cristo, mas tão e somente por Constantino e acaba por abraçar o seu pretenso reformador e sua pretensa reforma ?

Me dê o texto bíblico para esta aberração por favor.

Para tentar responder a qualquer destas perguntas acima o protestante terá que sair da Bíblia necessariamente.

Terá que dizer que leu, ouviu, pesquisou, etc…

Mas o fato concreto é que terá que sair da Bíblia e inventar visões e revelações dos seus “ungidos”.

Pela Bíblia o protestante não pode provar Lutero e nem o protestantismo.

Pela Bíblia o protestante não pode provar a necessidade de qualquer da milhares de seitas que andam por aí.

Na prática, o que estamos dizendo é que o protestantismo é contraditório em si mesmo.

Meras doutrinas de homens. E nada além disto.

O que impera no protestantismo ?

Pode-se encontrar soberba ?

Certamente.

Pode-se encontrar orgulho ?

Seguramente.

Mas o que encontramos no protestantismo em 100% dos casos é o ACHISMO.

“Eu acho que está certo.”

“Eu acho que está errado.”

Quem promoveu a reforma achou que a Igreja estava errada.

Quem não ficou com Lutero achou que Lutero não estava completamente certo.

Quem copiou de Lutero o Sola Scriptura achou que Lutero estava certo.

Quem não ficou com Calvino achou que Calvino estava errado.

Quem ficou com Wesley achou que ele melhor do que Lutero e Calvino.

E também discordando da Bíblia, o protestante achou que Paulo estava errado e achou que deve desprezar as tradições.

Achando ainda o protestante que Tiago estava errado também despreza as obras.

Achando que Isabel estava errada, o protestante já não pode chamar Maria de mãe do meu senhor. Nessa situação o protestante não só discorda de Isabel como também de Lucas.

Discordando ainda de João Batista que estremeceu no ventre de Isabel ao ouvir a vóz de Maria o protestante se enfurece ao ouvir o seu nome.

Discordando ainda de Isabel que ficou cheia do Espírito Santo com a saudação de Maria o protestante fica cheio de raiva.

E discordando do próprio anjo de DEUS que disse Ave Maria, o protestante diz que Maria é uma mulher como outra qualquer.

Essa é boa.

Quantos de nós recebemos a saudação de um anjo de DEUS ???

Pois Maria foi saudada por um anjo de DEUS.

Mas o crente também acha que Abraão é maior.

Abraão que ao contrário de Maria ajoelhou-se diante de um anjo.

Como sempre a teoria do “eu acho”.

E discordando do próprio altíssimo que fez de Maria alguém plena, repleta e cheia de Graça, o protestante diz que Maria não serve para nada.

E finalmente, quem funda uma nova denominação é porque achou que alguém ou alguns estão errados.

E quem troca de denominação é porque não tem certeza de nada ou apenas tem certeza de que outros estão errados e ele talvez seja o único certo. Nem ele sabe de si próprio.

Quais são as únicas certezas do protestantismo, além do relativismo presente em todas as seitas e em todos os crentes ?

Todos são contra o catolicismo, o catolicismo está 100% errado e todos os protestantes estão certos, ainda que todos sejam divergentes entre si.

Assim, curiosamente e na visão distorcida do protestante, estariam certos ao mesmo tempo o defensor do divórcio e quem lhe faz oposição.

Estariam certos ao mesmo tempo quem batiza e quem não batiza.

É como se DEUS tivesse vontades diversas.

Ao invés de um DEUS sim ou não, o protestantismo criou um DEUS tanto faz.

Tanto faz ?

Tanto faz não.

Serve qualquer doutrina de qualquer seita protestante, mas não serve Igreja Católica.

E não é só isso.

O protestante que grita “Só a Bíblia” também não consegue responder:

13)Onde está na Bíblia que o protestante pode chamar Maria de mãe de aluguel ou de mulher como outra qualquer ? Com que autoridade o protestante o faz ?

14)Onde está na Bíblia que ao contrário de Jesus Cristo o protestante não deve de chamar de pai o Altíssimo DEUS ?

15)Onde está na Bíblia que o protestante só deve batizar quando a pessoa tiver “entendimento” ?

16)Onde está na Bíblia que o protestante está desobrigado de recitar o PAI NOSSO ?

17)Onde está na Bíblia que o protestante pode ignorar o texto de Tiago que diz que a Fé sem obras é morta e ao contrário do que diz a Bíblia todo e qualquer protestante pode sentir-se salvo assim mesmo e com antecedência e sem julgamento ?

18)Onde está na Bíblia a autorização para que o protestante ignore a Bem Aventurança de Maria ?

19)Onde está na Bíblia que os “irmãos” de Jesus eram filhos carnais de Maria e José ?

O protestante tudo que menos faz é sustentar suas teses pela Bíblia.

E não é só isso.

20)Onde está na Bíblia que interpretação alguma é de caráter particular ? A Bíblia diz o contrário. Pedro afirma o contrário.

21)Onde está na Bíblia que o protestante deve desprezar a tradição ? São Paulo nos orienta a guardarmos as tradições.

Com que autoridade o protestante interpreta a Bíblia e ignora a tradição ?

E antes que alguém nos faça perguntas semelhantes sobre este ou aquele tema e respectivos amparos bíblicos, é bom que se lembre que nós católicos não estamos obrigados a responder tudo pela Bíblia.

Seguimos o magistério da Igreja, coluna e sustentáculo da verdade.

E seguimos a tradição apostólica e conseqüente transmissão oral.

Quem se obrigou ao “Só a Bíblia” foi o protestante.

Criou um critério para cobrar dos católicos que ele mesmo não tem pretensão de seguir.

E amarrou assim um pedra ao seu pescoço lançando-se mar adentro.

E por que ?

Porque dois protestantes jamais concordam entre si em todos os temas.

Assim, necessariamente um dos dois está errados sobre determinado tema, quando não em raras vezes ambos estão equivocados.

E não para nisso.

22)Onde está na Bíblia que o protestante pode dizer e considerar que Igreja não serve para nada ou não salva ninguém ?

Como não ?

A Bíblia diz que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade.

O que significa tal expressão ?

Significa que sem a Igreja a verdade não se sustenta.

E se a verdade não se sustenta sem a Igreja, como é possível ao protestante conhecer a verdade se despreza sua coluna e sustentáculo ?

E terminou ?

Não.

23)Onde está na Bíblia de forma clara os pecados contra o Espírito Santo ?

A Bíblia só diz que os pecados que a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada.

Mas o que seria a blasfêmia contra o Espírito Santo ?

Algum protestante pode explicar pela Bíblia ?

24)Onde está na Bíblia o motivo pelo qual as blasfêmias contra Jesus podem ser perdoadas e contra o Espírito Santo não são passíveis de perdão ?

Por que tal distinção ?

Acaso ambos não são pessoas do mesmo DEUS ?

Sobretudo, o que o protestante não se pergunta é:

24)Por que ele confia na Bíblia ?

25)Por que ele confia em Lutero se já leu: “maldito o homem que confia em outro homem” ?

26)Como o protestante pode saber pela Bíblia, portanto sem confiar no homem, se sua Bíblia tem todos os livros corretos e inspirados pelo Espírito Santo ?

27)Como pode o protestante pela Bíblia saber se a própria Bíblia é a única fonte de revelação ?

28)Onde está na Bíblia a doutrina da trindade ?

Sr.Protestante, sabe por que a grande maioria dos protestantes confessa a trindade ?

Não é porque a Bíblia diz.

É porque Lutero, Calvino e outros acatavam os concílios católicos.

29)Onde está escrito na Bíblia que alguém para ser salvo deve “aceitar” Jesus em uma seita protestante ?

30)Onde está na Bíblia a tão falada Igreja invisível ? Quero capítulo e versículo Sr.Teólogo protestante.

Nós até podemos falar em Igreja invisível.

Recordo que seguimos o magistério infalível da Igreja e a tradição.

A Igreja para nós é mais do que uma construção.

Temos a Igreja triunfante que está no céu.

A Igreja padecente do purgatório.

Mas o protestante vive pela Bíblia.

Se para o protestante purgatório não existe porque não está na Bíblia, também não deveria existir igreja invisível.

E estranhamente esta igreja invisível da qual não fala a Bíblia é integrada apenas por protestantes e evangélicos, independentemente de doutrina e do cristianismo que se prega ou que se segue por cada crente e por cada denominação.

Agora, sem embromação.

Sem aquela “Tudo posso naquele que me fortalece” ou “Conhecereis a verdade e a verdade nos libertará.”

Textos bíblicos.

Sr.Protestante, viva pelo critério que deseja impor aos demais.

Só a Bíblia e nada além dela.

E não se esqueçam.

Se os santos e Maria não podem interceder por nós, por que os protestantes oram uns pelos outros ?

Não são vocês que dizem que só há um mediador ?

Não utilizam tal passagem para caluniarem o catolicismo ?

Leiam o texto até o final.

A mediação ali descrita refere-se a redenção do gênero humano.

Sem dúvida alguma apenas o sacrifício de Jesus Cristo é causa da nossa redenção.

Não se ensina diferente no catolicismo.

Mas se vocês que são dúbios e vacilantes podem interceder por que não os santos e Maria ?

Acaso nunca leram que muito vale a oração de um justo ?

De que justo a Bíblia está falando ?

De vós ?

Os santos e Maria estão mortos ?

Não é o que diz a Bíblia.

Moisés e Elias estavam bem vivos na transfiguração.

E o mesmo se deu com o ladrão da cruz.

Respondam usando apenas a Bíblia.

Texto com capítulo e versículo completos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *