PELA REVOGAÇÃO DO DECRETO QUE ALTEROU O SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO

dilma-rousseff

Uma campanha feita por nossos amigos da Rádio Vox, é a que apóia o projeto de decreto legislativo que susta os efeitos do decreto bolivariano de Dilma. O decreto da presidente é um ataque ao sistema político brasileiro, porque prevê a instituição de comitês populares (semelhantes aos soviets comunistas) e dá a eles o poder para administrar os órgãos públicos federais. Em outras palavras, o decreto de Dilma transforma a nossa democracia representativa em uma falsa democracia de participação direta.

Isso significa que, se for aplicado em sua integralidade, a administração dos órgãos públicos brasileiros e o nosso sistema político ficarão nas mãos de organizações como MST, MTST, CUT, Black Blocs, entre outros. Esse decreto não passa de uma estratégia desesperada do governo federal diante de uma possível derrota nas eleições deste ano. O PT quer, por meio dele, garantir uma maneira de perpetuar-se no poder.

A nossa campanha apóia a iniciativa do Senado para sustar o decreto presidencial, mas existe também uma iniciativa da Câmara dos Deputados. No nosso caso, chegamos muito perto da aprovação do projeto de decreto legislativo que anularia o decreto bolivariano, mas o governo impediu que isso ocorresse e, por meio de um acordo, foi determinada a realização de uma audiência pública em Agosto para debater o decreto presidencial.

Eu tive a oportunidade de falar com um dos assessores do senador Alvaro Dias, que tem trabalhado para anular o decreto de Dilma. Ele me disse que a nossa campanha tem sido muito útil para mostrar aos políticos o perigo e gravidade do decreto. Diante disso, Site, devemos continuar pressionando e enviando e-mails aos senadores. Portanto, se você já assinou a campanha, não deixe de compartilhá-la com outras pessoas! LINK: http://www.citizengo.org/pt-pt/8238-somos-contra-o-golpe-petista-ao-congresso-brasileiro

Agradeço sua atenção e seu apoio. Enviarei mais informações sobre essas e outras campanhas assim que as tiver.

Um forte abraço.

Guilherme Ferreira e toda a equipe de CitizenGO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *