Paróquias de Maringá e região já utilizam suco de uva em vez de vinho nas missas.

  • Fim dos Tempos: Paróquias de Maringá e região já utilizam suco de uva em vez de vinho nas missas. Data da Postagem: 6 fev 2013 | Autor: Ataíde | Comentários: 0 comentário
  • Amor Mariano: Alguns acham que estamos exagerando quando através do site Amor Mariano e dos outros meios GRITAMOS ao mundo sobre a apostasia e o cisma na Santa Igreja Católica! Fazemos isso não para que todos se rebelem contra a Santa Igreja e sim para que nos unamos em oração, fazendo aquilo que a Santa Mãe de Deus mais nos pede nas suas aparições pelo mundo, que é REZAR! Não vamos através desse meio criticar os Sacerdotes ou Bispos, vamos antes rezar por eles! Vejam a triste notícia abaixo:

    Com informações de O Diário: Duas paróquias de Maringá, além de outras quatro em municípios da região, já utilizam suco de uva em vez de vinho nas celebrações de missas. A informação foi confirmada pelo arcebispo Dom Anuar Battisti nesta terça-feira (5). Na prática, as 56 paróquias dos 26 municípios que compõem a Arquidiocese de Maringá já estão autorizadas a efetuarem a substituição por bebida sem álcool para evitar as implicações da nova lei seca. Um decreto deve ser assinado para orientar esse procedimento na primeira reunião do ano da Arquidiocese, prevista para março.

    Segundo Dom Anuar, a proibição de bebidas alcoólicas em festas das paróquias já foi aprovada em assembleia. “No caso da troca do vinho por suco de uva ou vinho sem álcool, as paróquias Menino Jesus de Praga e São Francisco Xavier (Maringá), Floraí (a 48 km de Maringá), Nova Esperança (a 45 km de Maringá), Paranacity (a 73 km de Maringá) e Presidente Castelo Branco (a 34 km de Maringá) já tem usado. (A autorização oficial) ainda depende de um decreto de nossa parte, e o assunto vai ser discutido em nossa primeira assembleia do ano, no dia 14 de março”, diz Dom Anuar. “Na prática, há uma orientação para que os padres usem o bom senso na quantidade, mesmo usando vinho de missa”.

    Quanto a dirigir depois das celebrações, o arcebispo comenta que nem sempre os padres viajam para outros municípios. “Na maioria das paróquias, há um padre. Os sacerdotes vão, por exemplo, quando são chamados para vir do interior para fazer um casamento em Maringá. Mas o matrimônio é celebrado sem missa, o que já facilita”, explica. “Devemos obedecer a lei em primeiro lugar e buscar sempre o equilibro. Afinal, nenhum padre vai sair alcoolizado de uma celebração. É preciso o uso do bom senso e equilibro em todas as ações”, completa o arcebispo.

    ——————-

    “Os sacerdotes, ministros de meu filho, pela vida ruim que levam, pelas suas irreverências e falta de piedade ao celebrarem os santos mistérios, pelo amor dão dinheiro, às honrarias e prazeres, transformaram-se em cloacas de impureza. Muitos abandonaram a fé, e grande será o número de padres e religiosos que apostatarão da religião verdadeira; entre eles haverá até bispos. Será o tempo das trevas. Ai dos sacerdotes e das pessoas consagradas a Deus que, pelas suas infidelidades e má vida estão crucificando novamente ao meu Filho!” Mensagem de Nossa Senhora em LaSalette

    Fonte: fratresinunum.com

    Leia também…

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *