O Sermão do Anjo à Santa Brígida – Capítulo 20

  • O Sermão do Anjo à Santa Brígida – Capítulo 20 Data da Postagem: 14 dez 2013 | Autor: Ataíde | Comentários: 0 comentário
  • Wayback Machine

    Previous capture

    Bênção – FILHO da VIRGEM MARIA purifique-nos das manchas de nossos crimes. Amém.

    Como está escrito no Santo Evangelho, cada um será medido com a mesma medida usada para medir os demais. Parece impossível que com a razão humana muitos não conseguem compreender com quantas honras deve ser venerada na eternidade a VIRGEM MARIA, que enquanto viveu neste mundo, fez misericordiosamente inumeráveis e fecundos bens. Por conseguinte, se acredita, que seu mérito seja tão justo, que quando seu SANTÍSSIMO FILHO quis tirar a VIRGEM desta vida, todos aqueles que por meio Dela tinham adquirido a perfeição da vontade estivessem dispostos a copiar a dignidade Dela.

    O CRIADOR de todas as coisas com os Anjos no Céu, também sentiu imenso prazer em engrandecê-La com grande honra pela grandeza de Suas Virtudes, e por isso, ELE deu total consentimento ao mundo para buscar nela intercessão para suas vidas. No momento de serem separados o Corpo e a Alma da VIRGEM, DEUS a sublimou maravilhosamente sobre todos os Céus, dando-Lhe domínio sobre todo o mundo e a fez para sempre SENHORA dos Anjos, daqueles que se fizeram tão obedientes a VIRGEM, que preferiram sofrer todas as penas do inferno, a se opor a mais insignificante ordem Daquela SENHORA.

    Também sobre os espíritos malignos, DEUS fez a VIRGEM tão poderosa, que sempre quando eles atacam algum homem ou uma mulher, e estes suplicam o auxílio amoroso da SANTÍSSIMA VIRGEM, num instante, a um simples sinal da SENHORA, os demônios fogem apavorados com um imenso respeito Dela.

    E como esta SENHORA foi à criatura mais humilde entre os Anjos e a humanidade, foi a mais sublimada e a mais formosa de todas e a mais semelhante a DEUS. Como o ouro é considerado o mais digno de todos os metais, assim os Anjos e as almas são mais dignas que as demais criaturas. O ouro não pode adquirir nenhuma forma sem a ação do fogo, e aplicado este, ele adquire diversas formas conforme o intento do artista. Do mesmo modo, a Alma da SANTÍSSIMA VIRGEM não teria podido chegar a ser mais formosa que as outras almas e que os Anjos, se a Sua vontade, que se compara com o engenhoso artífice, não a tivesse preparado tão eficazmente no ardentíssimo fogo do ESPÍRITO SANTO. E por isso também, as Suas obras aparecem como as mais belas de todas e mais agradáveis diante do CRIADOR.

    E assim também, o ouro apesar de formar belas obras, nele não aparece o mérito do artífice, quando estas obras se encontram num local escuro. Ao colocá-las na claridade do sol é que se nota a beleza do trabalho do artífice. Do mesmo modo, as digníssimas obras desta gloriosa VIRGEM, que formosamente adornam a Sua preciosa Alma, a qual não se podia ver bem enquanto se achava escondida no retiro de Seu perecível Corpo, até que, na eternidade, chegou ao resplendor ao lado do verdadeiro SOL, com sua Divindade. Toda a corte celestial engrandecia com magníficos louvores à SANTÍSSIMA VIRGEM, porque sua vontade tinha enfeitado a sua Alma de maneira, que sua formosura excedia à de todas as criaturas, que a fazia parecer muito semelhante ao CRIADOR.

    A esta gloriosa Alma tinha sido destinado, desde a eternidade, um assento de glória muito próximo a SANTÍSSIMA TRINDADE. Porque assim como DEUS PAI estava no FILHO, e o FILHO no PAI, e o ESPÍRITO SANTO em ambos, quando o FILHO tomou a carne humana no ventre de Sua MÃE, ELE descansava com Sua Divindade e Humanidade nas entranhas de MARIA, ficando totalmente indivisível a união da SANTÍSSIMA TRINDADE, e conservada inviolavelmente a virgindade da MÃE. Assim também dispôs DEUS para a Alma da SANTÍSSIMA VIRGEM uma mansão bem próxima ao PAI, ao FILHO e ao ESPÍRITO SANTO, a fim de que Ela fosse participante de todos os bens que DEUS concedesse.

    Também nenhum coração humano pode compreender quanta alegria DEUS comunicou a Sua querida “Companheira no Céu”, conforme verdadeiramente conhecerão todos os que também desejam com amor a pátria celestial, quando verá face a face o SENHOR DEUS. Também os Anjos glorificavam a DEUS felicitando a chegada da Alma da VIRGEM. Com a morte do Corpo de JESUS se completou a SANTÍSSIMA TRINDADE e pela chegada da SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA ao Céu aumentou no CRIADOR a Divina alegria e um incomensurável prazer.

    Também, pela chegada da VIRGEM ao Céu se alegravam Adão e Eva, juntamente com os Patriarcas e Profetas e todos aqueles que foram tirados dos cárceres do inferno salvos pela Redenção do SENHOR, assim como aqueles que alcançaram a glória depois da Ressurreição de CRISTO. Todos davam louvores e prestavam honras a DEUS, que com imensa sublimidade elogiava a SENHORA, por ter no mundo dado a luz, santa e gloriosamente a JESUS, o Redentor e SENHOR de todos.

    Os Apóstolos e todos os Seus amigos que se achavam presentes ao digníssimo funeral da VIRGEM, também veneravam a Sua humilde dádiva, enaltecendo o Seu venerável Corpo com todos os louvores e glórias, enquanto o seu querido FILHO JESUS levava consigo ao Céu a gloriosa Alma da MÃE. E, sem dúvida, se deve acreditar que, assim como os amigos de DEUS deram sepultura ao cadáver da VIRGEM SANTÍSSIMA, assim também DEUS, Seu Amadíssimo FILHO, levou veneravelmente para a vida eterna o Corpo Vivo de MARIA e Sua bendita Alma.

    Continua…

    Fonte: apostoladosagradoscoracoes.angelfire.com

    Leia também…

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *