HOMILIA DO PAPA JOÃO PAULO II, 01/12/1996.

Texto original em italiano, traduzido pelo google.

VISITA PASTORAL À PARÓQUIA
DE SÃO Jerônimo Emiliani

HOMILIA DO PAPA JOÃO PAULO II

Domingo, 1 de dezembro, 1996

1. Regém venturum, Dominum, venha adoremus! Com esta exortação, a liturgia do Advento cada dia traz-nos no mistério de Deus que vem. Ele fala de uma primeira e segunda vinda de Cristo: o primeiro na noite de Natal, quando o Filho de Deus se fez homem e nasceu da Virgem Maria, a segunda será no juízo final. Com o tempo, a reflexão da Igreja sobre a vinda de Deus no mundo expandiu-se, e reconheceu a primeira criação veio no início dos tempos, e uma segunda encarnação para a redenção do mundo.

Tanto a primeira e a segunda vinda já fizeram, em que vivemos, no entanto, espera para a terceira vinda de Cristo, onde a criação e redenção encontram a sua realização definitiva. Aquele que redimiu de uma vez por todo o mundo deve perceber a grande recapitulação da criação, e, acima de tudo, a história humana, para realizar qualquer realidade para a plenitude que só pode ser em Deus Regém venturum, Dominum, adoremus vir!

2. O profeta Isaías, na primeira leitura da liturgia de hoje, prega esta vinda assim de certa forma, preocupante: “Por que, Senhor, desviar-nos para longe de vossos caminhos, por que tornar nossos corações insensíveis ao vosso temor? Voltai, por amor de vossos servos e das tribos de vossa herança!Nenhum ouvido ouviu, olho algum viu outro deus salvar assim aqueles que contam com ele.Vós vindes à frente daqueles que procedem bem, e se recordam de vossas vias. Eis que vos irritastes, e nós éramos culpados; isso perdura há muito tempo: como seríamos salvos?”( Isaías 63, 17.19b, 64, 4-5).

Não é difícil compreender a eloquência deste texto extraordinário contém penetrante que, em certo sentido, toda a teologia do Advento. O Profeta virou-se para Deus como o Criador de toda a criação, fala em nome do homem, desta singular a ser criado à imagem e semelhança de Deus, que é consciente dos dons, mas também de seu próprio pecado e da deformação nele feitas do pecado.

Essa consciência traz à tona a profunda necessidade de salvação, que está no coração humano. O grito para a vinda de Deus, então, é o grito de espera para o Salvador. Para pronunciá-lo é o Profeta, consciente das verdades fundamentais do Advento. Ele conhece o mistério da criação e elevação do homem, conhece sua dignidade, mas não se esqueça a realidade do seu pecado.

Isaías acredita que Deus quer salvar o homem não quer deixá-lo no pecado e na situação de separação, alcançada com a queda original, Deus quer encontrar o homem como Salvador. É o humor expresso por aclamação do Evangelho de hoje: “Mostra-nos, Senhor, a vossa misericórdia, concedei-nos a tua salvação” ( Sl 84 [85], 9).

3. Queridos Irmãos e Irmãs da paróquia de São Jerônimo Emiliani! Ontem à noite, na Basílica de São Pedro, tive o prazer de inaugurar a fase preparatória do Grande Jubileu do milênio. E tenho o prazer de ser capaz de cumprir esta manhã com a sua paróquia, que, juntamente com o terno Diocese, está se preparando para esse evento através da missão da grande cidade. Com a implementação das recomendações feitas pelo recente Sínodo Diocesano, a Missão da Cidade quer ajudar os romanos a abrir, até para abrir as portas do coração e vida a Cristo.

Eu sei que eles já são mais de dez mil homens e mulheres, jovens e velhos, no contexto da missão, estão se preparando para ir para as casas e áreas da cidade, a fim de anunciar o Evangelho. Hoje eu cumprimentá-los e incentivá-los no processo de formação que estão sendo feitas. A eficácia da sua missão apostólica vai depender de como eles próprios irão abrir o coração para Jesus, o Salvador.

Espero que as iniciativas planejadas em torno do tema da fé e buscar a Deus, a entrega do Evangelho de Marcos em cada casa e um retiro nas paróquias durante a Quaresma promovam a aceitação de Jesus por muitos que, talvez não quererem conhecê-lo.

4. Queridos irmãos e irmãs! Saúdo todos vós com carinho. Saúdo o Cardeal Vigário, o Vice-Gerente, o seu pároco zeloso, Padre Vicente Gorga, e o querido Padre Somaschi, seus colaboradores.

Sua paróquia, nascida durante o Ano Santo de 1975, foi colocado sob a proteção de São Jerônimo Emiliani, que dedicou sua vida aos pobres e, especialmente, a educação cristã das crianças e jovens abandonados. Se o início de sua comunidade não fosse o mais fácil, devido à falta de instalações adequadas, agora, graças a seus esforços extraordinariamente generosos, vocês podem finalmente ter uma igreja e um bom número de obras para a pastoral paroquial.Persevere na tarefa de catequese para crianças e jovens e para os mesmos pais que receberão os sacramentos, dando continuidade à missão de anunciar o Evangelho a todos.

Neste ano pastoral, em que a Diocese de Roma dedica especial atenção à juventude, eu não posso deixar de lembrar os jovens que vivem nesta área. Tome cuidado deles, especialmente aqueles que são mais necessitados, de acordo com o carisma da Somaschi Padres, que surgiu na Igreja para servir as crianças em dificuldade. E como podemos desfrutar a este respeito, o esforço que você está fazendo para ajudar economicamente 160 crianças brasileiras em situação de risco? Esta iniciativa é um sinal de uma sensibilidade missionária que empurra você para estender o espírito das necessidades de toda a humanidade.

5. Regém venturum, Dominum, venha adoremus! Este grito é o primeiro anúncio da liturgia do Advento, que expressam o anseio pela vinda de Deus responde a ela a exortação contida no Evangelho de Marcos. Cristo, o Deus que veio, diz que os homens que esperam seu retorno final: “Acautelai-vos, vigiai e orai, porque não sabeis quando chegará o tempo” ( Mc 13, 33). Pense na parábola do Evangelho de hoje. Ela fala do mestre que foi viajar e deixou a sua casa, os servos de cuidados confiou a tudo, atribuindo a cada uma tarefa específica. Cristo estende esse compromisso de todos: “Sê vigilante. . ., Não sabeis quando o dono da casa vai vir, ou à meia-noite ou ao cantar do galo, se pela manhã, para que ele não vem de repente vos ache dormindo. O que vos digo digo a todos, assista! “( Mc 13, 35-37).

“Watch” aqui é a palavra que a Igreja proclama com insistência durante este tempo litúrgico. Este não é alegre expectativa só da noite de Natal, mas a conclusão de toda a obra da redenção começou em Belém. O anúncio da salvação é a missão confiada à Igreja e aos homens, consciente de ter sido resgatado ao preço do sacrifício de Cristo e, assim, introduziu a dimensão escatológica do Reino de Deus.

Esta consciência deve despertar neles o senso de responsabilidade especial. Precisamente isto significa a palavra “relógio” relógio para o Senhor virá! A vida humana nesta terra tem seu período de tempo, mas também o seu início e escatológico. Ben enfatiza o Concílio Vaticano II na Constituição sobre a Igreja Lumen Gentium , quando ele diz que todos somos chamados a preparar a realização definitiva, que Cristo vai funcionar no final dos tempos (cf. n. 48).

Queridos irmãos e irmãs, vigiar e orar para estar pronto, vigiar e orar com toda a Igreja. Estaremos prontos para acolher o Senhor que vem.

Amém!

http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/homilies/1996/documents/hf_jp-ii_hom_19961201_parish-san-girolamo_it.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *