CNBB firma Pacto com Governo Petista: Promover a reforma política Socialista-Comunista

Artigos•E Jesus ficou de fora..3 anos atráspor MateusComentarEscrito por Mateus

Por Bruno Braga.

Dilma Rousseff – Presidente e candidata à reeleição – se reuniu com Dom Raymundo Damasceno, presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos), no dia 25 de Agosto (segunda-feira).

De acordo com o portal responsável pela campanha eleitoral da candidata petista, a CNBB – na pessoa de seu presidente – “firmou um ACORDO com o governo para a realização de um grande chamamento no dia 7 de setembro, com o objetivo de reunir assinaturas em apoio à reforma política e à realização de um plebiscito sobre o tema” (Cf. Imagem – os destaques são meus. A matéria completa pode ser acessada neste link: [http://www.saladeimprensadilma.com.br/2014/08/25/dilma-sobre-campanha-vou-me-dedicar-a-esclarecer-os-mitos-e-a-discutir-propostas/]).

O PACTO com o Governo PETISTA – com a Presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff – é mais uma amostra escabrosa de qual “senhor” a CNBB optou servir.

Foto da reunião entre a Presidente Dilma Rousseff e Dom Raymundo Damasceno, presidente da CNBB – à direita, Dom Leonardo Ulrich.

Porque suas desastrosas iniciativas políticas – uma proposta de Reforma Política e um Plebiscito Constituinte – contrariam integralmente as orientações e princípios da Igreja Católica – pela engenharia social, comportamental, pela natureza do projeto político embutidos nelas; mas, de forma traiçoeira e maquiada, promovem e consagram o esquema de poder PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA.
ANEXO.

Coalizão pela Reforma Política Democrática enaltece decreto do Foro de São Paulo – com a chancela da CNBB – e escancara – mais uma vez – o horizonte de suas iniciativas.

Para a Coalizão pela Reforma Política Democrática, o decreto assinado pela Presidente Dilma Rousseff – o decreto 8.243-2014, que, sob o pretexto de ampliar a participação da “sociedade civil” na administração pública direta e indireta, aparelha instâncias decisórias com agentes e grupos subordinados ao seu esquema de poder (Cf. “O decreto do Foro de São Paulo [http://b-braga.blogspot.com.br/2014/06/o-decreto-do-foro-de-sao-paulo.html]) – é “um grande passo” (Cf. imagem. Texto completo: Página oficial da Coalizão no Facebook: [https://www.facebook.com/photo.php?fbid=626076660823244]).

Mas a Coalizão observa que só o decreto não é suficiente. É necessário promover uma reforma política. Com a advertência, a Coalizão escancara que as iniciativas que fomenta – a proposta de Reforma Política e o Plebiscito Constituinte – têm o mesmo horizonte que o abominável decreto assinado pela Presidente Dilma: ampliar e fortalecer o projeto de poder PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA. Iniciativas que têm a chancela da CNBB, contrariando integralmente os preceitos e orientações da Igreja Católica – não só pela natureza do esquema de poder que promovem, mas pela engenharia social e comportamental que o envolve.

Fonte: http://b-braga.blogspot.com.br/

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

“Porque não há nada oculto que não venha a descobrir-se, e nada há escondido que não venha a ser conhecido”. (São Lucas 12, 2)

VÍDEO RECOMENDADO – Do Padre Rodrigo Maria.

“Eleições 2014: projeto PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA e a reforma política da CNBB”.

==================================================================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Por Dilson Kutscher

Como cristão e católico não votaria em candidatos que defendem o aborto, a união entre pessoas do mesmo sexo, a eutanásia e qualquer outra coisa contrária à moral cristã.

Não é possivel que católicos apóiem partidos comunistas e depois vão a Missa e vão Comungar

Imagine então, a própria Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)

Por isto, diz na Sagrada Escritura:

“Ai dos filhos rebeldes, diz o Senhor, eles seguem um plano que não vem de mim. Concluem alianças sem o meu consentimento, acumulando, assim, falta sobre falta”. (Isaías 30, 1)

“Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus.” (São João 12, 43)

“Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal”. (II Tessalonicenses 2, 12)

Padres corajosos e que defendam verdadeiramente os valores cristãos, como este que vão ver novamente no video abaixo, são cada vez mais raros de se encontrar.

Pois, a maioria dos eclesásticos está cedendo (se rendendo) as pressões dos inimigos da Igreja, estão se aliando aos inimigos de Deus.

Disse Nossa Senhora Sucesso numa revelação a Madre Mariana de Jesus Torres:Tempos funestos sobrevirão, nos quais….aqueles que deveriam defender em justiça os direitos da Igreja, sem temor servil nem respeito humano, darão as mãos aos inimigos da Igreja para fazer o que estes quiserem. – Calar-se-á quem devia falar”. (os eclesiásticos) (II, 98). “O pequeno número de almas que guardará o tesouro da Fé e das virtudes sofrerá um cruel, indizível e prolongado martírio”.

Diz ainda na Sagrada Escritura:

“O que vos digo na escuridão, dizei-o às claras. O que vos é dito ao ouvido, publicai-o de cima dos telhados”. (São Mateus 10, 27)

Padre Rodrigo Maria declara:

“Estamos vivendo numa Ditadura e o povo não está se dando conta disto…”

“Não é possivel que católicos pertençam, apóiem e votem em partidos comunistas e depois vão a Missa e vão Comungar”.

VEJA O VIDEO: (Padre Rodrigo numa conversa com Denise Abreu)

apostasiaCNBBpt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *