Catecismo de São Pio X – Capítulo IV – Do terceiro artigo do “Credo” – Site Católico

“que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria”

[box_dark]

No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado da parte de Deus para uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem, prometida em casamento a um homem, chamado José, da casa de Davi. O nome da virgem era Maria. Entrando onde ela estava, o anjo lhe disse: “Deus te salve, cheia de graça, o Senhor está conti-go!” Ao ouvir as palavras, ela se perturbou e refletia no que poderia significar a saudação. Mas o anjo lhe falou: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai. Ele reinará na casa de Jacó pelos séculos e seu reino não terá fim”.

Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, pois não conheço homem?” Em resposta o anjo lhe disse: “O Espírito Santo virá sobre ti e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra; e por isso mesmo Santo que vai nascer de ti será chamado Filho de Deus. Eis que também Isabel, tua parenta, concebeu um filho em sua velhice, e este é o sexto mês daquela que era considerada estéril, porque para Deus nada é impossível”.

Disse então Maria: “Eis aqui a serva do Senhor. Aconteça comigo segundo tua palavra!” E o anjo afastou-se dela. Lucas 1, 26-33

[/box_dark]

82) Que nos ensina o terceiro artigo do Credo: o qual foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria?

O terceiro artigo do Credo ensinam-nos que o Filho de Deus tomou um corpo e uma alma, como nós temos, no seio puríssimo de Maria Santíssima, Pelo poder do Espírito Santo, e que nasceu desta Virgem.

83) Concorreram o Pai e o Filho também para formar o corpo e para criar a alma de Jesus Cristo?

Sim, para formar o corpo e para criar a alma de Jesus Cristo, concorreram todas as três Pessoas divinas.

84) Por que se diz só: foi concebido pelo poder do Espírito Santo?

Diz-se só: foi concebido pelo poder do Espírito Santo, porque a Encarnação do Filho de Deus é obra de bondade e de amor, e as obras de bondade e de amor atribuem-se ao Espírito Santo.

85) Fazendo-se homem, deixou o Filho de ser Deus?

O Filho de Deus, fazendo-se homem, não deixou de ser Deus.

86) Então Jesus Cristo é Deus e homem ao mesmo tempo?

Sim, o Filho de Deus encarnado, isto é, Jesus Cristo, é Deus e homem ao mesmo tempo, perfeito Deus e perfeito homem.

87) Há então em Jesus Cristo duas naturezas?

Sim, em Jesus Cristo, que é Deus e homem, há duas naturezas, a divina e a humana.

88) E haverá também em Jesus Cristo duas pessoas, a divina e a humana?

Não. Filho de Deus feito homem há só uma Pessoa, que é a divina.

89) Quantas vontades há em Jesus Cristo?

Em Jesus Cristo há duas vontades, uma divina, outra humana.

90) Tinha Jesus Cristo vontade livre?

Sim, Jesus Cristo tinha vontade livre, mas não podia fazer o mal, porque poder fazer o mal é defeito, e não perfeição da liberdade.

91) Serão uma e a mesma Pessoa o Filho de Deus e o Filho de Maria Santíssima?

O Filho de Deus e o Filho de Maria Santíssima são a mesma Pessoa, isto é, Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

92) E a Virgem Maria, será Mãe de Deus?

Sim, Maria Santíssima é Mãe de Deus, porque é Mãe de Jesus Cristo, que é verdadeiro Deus.

93) De que maneira veio Maria a ser Mãe de Jesus Cristo?

Maria veio a ser Mãe de Jesus Cristo unicamente por virtude do Espírito Santo.

Sim, é de fé que Maria Santíssima foi sempre Virgem, e é chamada a Virgem por excelência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *